Técnicas de Memorização: Conheça as principais

Muito provavelmente a maioria de nós já passou pela situação de sentir muita dificuldade e memorizar certos conteúdos. Ficamos frustrados por muitas vezes vermos nossas mentes ocupadas por conteúdos completamente inúteis, como aquela piada sem graça que te contaram semana passada ou o jingle do comercial de detergente que acabou de ver na TV.

Técnicas de Memorização
Photo by freepik – br.freepik.com

Realmente é difícil saber qual é o critério que nosso cérebro utiliza para salvar informações na memória de longo prazo. Porém, com um pouco de esforço, podemos forçá-lo a se lembrar daquilo que realmente precisamos.

A seguir, vamos listar algumas técnicas de memorização que estão entre as mais utilizadas. Esperamos que possam te ajudar.

Principais Técnicas de Memorização

Flashcards

Pequenos cartões onde se escreve a pergunta na frente e a resposta no verso.

O método é bem simples: basta tentar acertar qual é a resposta correta da pergunta, verificando no verso do cartão.

É uma técnica muito utilizada no estudo de idiomas e memorização de fórmulas, mas pode ser aplicada a qualquer disciplina.

Mapas Mentais

São diagramas feitos para representar ideias e conceitos relacionados a um termo chave. Ajudam na visualização e classificação das informações, facilitando o entendimento.

A técnica foi criada pelo psicólogo inglês Tony Buzan, que afirma que a técnica possibilita acessar regiões não exploradas no cérebro, facilitando a memorização.

Acrônimos

Talvez você não se recorde desse nome, mas provavelmente já usou uma sigla formada pela primeira letra ou sílaba de um conjunto de termos que você precisava decorar. Isso é um acrônimo.

O acrônimo é uma ferramenta que ajuda o cérebro a acessar informações maiores com mais facilidade e agilidade.

Um exemplo é: você precisa decorar quais são os direitos previstos em nossa Constituição Federal, que são Vida, Liberdade, Igualdade, Segurança e Propriedade. Logo, para facilitar que você lembre de tudo, cria a sigla ViLISP e decora.

Associações

Associações são o modo como naturalmente nosso cérebro guarda informações. Quanto mais associações uma nova informação tiver com informações que já estão na nossa memória, maior será a chance de reter essa nova informação também.

Então, pode-se dizer que a associação não é uma técnica de memorização, mas a maneira mais natural de se exercitar a memória.

Você precisa vincular a resposta que você precisa decorar com algo que você já conhece, e é importante que faça algum sentido, para que realmente o seu cérebro associe as duas informações, e assim você lembre daquilo que precisa.

Esperamos que essas dicas possam ser de grande ajuda nos seus estudos. E para nunca deixar de ter sua matéria em mãos na hora de estudar, baixe agora o Notepic e utilize essa poderosa ferramenta em seu favor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *