Mapa Mental: como fazer de maneira rápida

Se você é estudante sabe que precisa, num curto espaço de tempo, aprender várias matérias, cada qual possuindo vários assuntos, e cada assunto ainda sendo dividido em vários tópicos. É bastante coisa! Como estudar tudo isso e garantir que estou memorizando tudo que é necessário?

A seguir você vai conhecer uma ferramenta muito útil para criar conexões entre os tópicos, de modo a facilitar na sua retenção de conteúdo: o Mapa Mental.

Mapa Mental
Photo by Estée Janssens on Unsplash

O que é Mapa Mental?

O Mapa Mental foi desenvolvido pelo britânico Tony Buzan, com o objetivo de ser uma ferramenta para organizar, memorizar ou analisar um conteúdo específico.

O maior diferencial dessa técnica é que ela ajuda a organizar as informações de forma que o nosso cérebro entenda melhor, pois ela dispõe o conteúdo de maneira harmônica com os nossos processos cognitivos, fortalecendo as sinapses neurais. Assim fica mais fica mais fácil memorizar e compreender o que está no mapa.

Outro fator que auxilia na efetividade dessa ferramenta são seus recursos gráficos: sua estrutura baseada em ramificações, cores, símbolos etc. Estes recursos contribuem ativando diferentes partes do cérebro e fornecendo mais opções para a ativação da memória.

Como fazer seu Mapa Mental?

Fazer um Mapa Mental é bem simples, você vai precisar de:

  • Uma folha em branco, de preferência sem pauta (sulfite A4, por exemplo)
  • Lápis e caneta, para as breves anotações
  • Lápis de cor ou canetas coloridas, para adicionar cor ao seu mapa

Agora vamos ao passo a passo:

  • Pegue a folha em branco e deixe na horizontal (a visualização fica melhor);
  • No centro da folha, coloque o tema abordado no Mapa. Garanta que esteja em destaque em relação as outras coisas que irá escrever, deixando num tamanho maior e fazendo alguma ilustração em volta;
  • Defina os principais tópicos que você vai abordar em relação ao tema central;
  • Para cada tópico, puxe uma seta a partir do tema central. Aqui você pode utilizar as cores para diferenciar cada tópico;
  • Utilize palavras-chave em cada tópico, de modo a facilitar a memorização e entendimento do tópico. Se necessário, faça um pequeno resumo;
  • Caso julgue necessário, crie também subtópicos, e para cada um deles, puxe uma seta a partir do tópico ao qual ele se relaciona;
  • Para os subtópicos também utilize as palavras-chave e pequenos resumos;
  • Utilize símbolos para representar informações úteis, por exemplo, triangulo vermelho para dizer “isso é muito importante”, ou círculo azul para indicar uma correlação com algum tema de outro Mapa Mental;

Seguindo esses passos, você terá em mãos um recurso valioso para a memorização do conteúdo que você está estudando.

Para fazer um bom Mapa Mental é ideal ter todo o conteúdo do tema em mãos. Para não perder nenhum conteúdo, baixe o Notepic e tenha sempre sua matéria na palma da sua mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *