Técnica Pomodoro: aplique e tenha produtividade!

Se você tem dificuldade em manter o foco nas suas tarefas e acaba se distraindo facilmente com qualquer coisa, talvez a Técnica Pomodoro possa te ajudar a aumentar sua produtividade. Aqui vamos falar sobre sua origem, conceito e aplicabilidade.

Técnica Pomodoro
Foto de Toni Cuenca no Pexels

Origem da Técnica Pomodoro

A Técnica Pomodoro foi criada pelo italiano Francesco Cirillo no ano de 1988. Ele estava em busca de um método para aumentar sua produtividade nos estudos, e descobriu que ao utilizar um timer (no caso um daqueles de cozinha, em formato de pomodoro – “tomate” em italiano – , daí o nome da técnica) conseguia aumentar o foco na tarefa que estava realizando no momento.

Como fazer a Técnica Pomodoro?

Primeiramente faça uma lista das tarefas que você precisa realizar durante o dia. Dê preferência por reduzir as tarefas em partes menores.

Com o auxílio de um timer (pode ser do celular) reserve um período de 25 minutos onde você vai focar apenas nas tarefas que você colocou na sua lista, uma de cada vez, na ordem em que você definiu.

Durante esses 25 minutos você deve evitar ao máximo qualquer distração, focando apenas na tarefa que você já iniciou. Quando soar o alarme do timer, você deve fazer um descanso de 5 minutos, antes de iniciar um novo pomodoro (período de 25 minutos).

Pare mesmo que não tenha concluído a tarefa, é importante para o funcionamento da técnica.

Ao completar 4 pomodoros, o que deve totalizar cerca de 2 horas, faça uma pausa maior, de cerca de 30 minutos.

Vantagens de usar a Técnica Pomodoro

Em seu livro, Francesco cita vários pontos positivos em adotar sua técnica. Entre eles estão:

  • Alívio da ansiedade
  • Aumento do foco e concentração através da redução das interrupções
  • Maior conscientização sobre as decisões tomadas
  • Aumento e estabilização da motivação
  • Maior determinação para alcançar os objetivos estabelecidos
  • Melhora do processo de trabalho e estudo

Adaptando a técnica para você

Apesar de serem recomendados os 25 minutos de estudo mais 5 minutos de descanso em cada pomodoro, você pode, através da sua experiência, identificar que esses períodos não funcionam tão bem para você, podendo aumentá-los de acordo com as suas necessidades. Faça o teste e personalize a técnica com as suas preferências.

Você já conhecia a Técnica Pomodoro? Que tal passar a aplicá-la nos seus estudos e trabalho? Indique para um amigo que precisa melhorar o foco também! E para ir ainda melhor nos estudos, baixe o Notepic e tenha sempre suas matérias onde estiver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *